Uso excessivo de smartphones pode gerar graves problemas de saúde

Avaliação do Usuário

Estrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativaEstrela ativa
 

O celular deixou de ser utilizado apenas para receber e fazer ligações, e se tornou um aparelho utilizado para diversas funções principalmente para usar a internet. Os jovens são os principais usuários, passam várias horas do dia grudados nos smartphones. As mãos não param de rolar a tela nas redes sociais e digitar mensagens nos aplicativos de conversa, mas será que essa prática pode resultar em problemas de saúde?


Esse uso excessivo dos smartphones, tablets e notebooks, podem provocar dores no pescoço, cabeça, ombros, região das escapulas e trapézio superior, braços, mãos e dedos (principalmente o polegar, por conta do excesso de digitação). Nos casos mais crônicos, pode provocar até mesmo dor lombar e a disfunção da articulação temporomandibular, esta que se caracteriza por dor e comprometimento dos movimentos da articulação da mandíbula e dos músculos ao redor da região.


As complicações mais comuns são: pelo excesso de digitação, que pode causar mialgia (dor nos músculos das mãos), podendo evoluir para a artrite (inflamação da articulação do polegar), que esta ainda pode desenvolver uma tendinite (inflamação dos tendões do polegar) caracterizando lesão crônica instalada. E as complicações relacionadas a lesões causadas pelo tempo excessivo segurando esses aparelhos, com os membros superiores elevados e a cervical em flexão. Estas lesões provocam dores no pescoço podendo ou não irradiar para os membros superiores, dores de cabeça, dores nos ombros e na região das escapulas.


Na postura adotada durante a utilização dos smartphones, a cabeça projetada para a frente chama muito a atenção para essas complicações citadas, que pode gerar estresse na coluna. Com o tempo pode desgastar os músculos e articulações do pescoço e costas, até chegar a um ponto mais grave que seja necessária uma cirurgia, “ de acordo com um novo estudo americano publicado na Surgery Technology International, estima-se que as pessoas estejam adicionando 27 kg no pescoço toda vez que abaixam para olhar o celular”.

Veja:

 


Caso apareça qualquer sintoma nas regiões citadas, como: dor, formigamento, queimação, diminuição de força e diminuição de sensibilidade. É preciso buscar ajuda de um médico e um fisioterapeuta para avaliar e tratar a lesão de forma individual. Para reduzir as chances de agravamento do problema.
Devemos ressaltar que o mais importante é pensar em prevenção para essas lesões. Uma vez que os sintomas apareceram, já sendo sinal de comprometimento e lesão instalada. Portanto o mais aconselhável a se fazer é começar a pensar em prevenção antes das dores aparecerem.

Dicas para o posicionamento e utilização do celular:

- Não use por tempo prolongado
- Faça pausas de uma em uma hora tanto para conversas, quanto para leitura. As pausas são as principais medidas que ajudam a manter o autocuidado para utilizarmos os aparelhos eletrônicos..
- Quando utilizar o smartphone apoie com uma mão e mexa com a outra as funções do aparelho. Mexa no aparelho hora com uma mão hora com a outra. Em pé ou sentado, os cotovelos devem ser mantidos sempre junto ao corpo.
- acionar o chamado T9, sistema de texto previsível dos celulares, para economizar esforço na digitação.
-Evite utilizar o aparelho quando estiver andando a pé na rua. Dentro do carro somente utilizar o aparelho quando não estiver dirigindo e se precisar utilizar o aparelho dirigindo, pare e estacione o carro, é mais seguro.
-Utilizar o tablet sobre a mesa, com um suporte de inclinação, para não manter a cabeça e pescoço anteriorizados.

Dicas para a evitar dores na coluna:

Não existe uma postura correta para passar longos períodos. E isso não é diferente durante o uso contínuo desses aparelhos eletrônicos. E para prevenir dores na coluna as recomendações são simples e muito importantes.
- Não permaneça por mais de 30minutos na mesma posição.
- Pratique uma atividade de fortalecimento muscular com bom acompanhamento e regularidade.

E para finalizar, fiquem ligados, a grande dica é PREVINIR, não espere o problema chegar! É preciso começar a dar pausas durante a utilização desses aparelhos, buscar uma atividade física e usar o bom senso. Vamos lembrar que esses aparelhos chegaram para facilitar nossas vidas e não para nos trazerem prejuízo. Vamos utilizá-los de forma sadia! E Para aqueles que já sentem dor, busque a ajuda de um profissional responsável para conduzir da melhor forma seu tratamento.

Daiany Ricieri
Fisioterapeuta e Proprietária Posturart

Últimas noticias

Contato

Av. Oceânica - Ed Praia da Marujá

(Esquina Av. Munir abud) | Praia do Morro | Guarapari ES

Tel: +55 27 3262 8047

Cel: +55 27 99768 8817

Email: contato@posturart.com.br

Sobre a Posturart

A Clínica Posturart em Guarapari possui especialistas clínicos e estão preparados para deixar você melhor e mais rápido. Os atendimentos podem ser individuais ou em grupo.